Istambul Chá Turquia Paisagem Cidade
Turquia Capadócia
Mesquita Suleymaniye Bósforo Minarete Istambul
Istambul Skyline Cidade Turquia Panorama Turismo
Istambul Turquia Noite Cidade Luzes Da Noite
Ruínas - Turquia
istanbul-4963074_1280
hot-air-balloon-682553_1280
mosque-4996267_1280
istanbul-4878135_1280
istanbul-989974_1280
Ruinas - Turquia
previous arrow
next arrow

Turquia

A Turquia ficou muito mais acessível desde 2010 quando a Turkish Airlines passou a voar direto de São Paulo a Istambul. Com ótima infraestrutura turística e segurança fez com que a Turquia se tornasse uma ótima opção na hora da escolha da sua próxima viagem.

O sucesso turco entre nós é fácil de entender. Antes de mais nada, o povo é afetuoso e receptivo, o que torna a viagem uma experiência humana inesquecível. Além disso, eles têm uma das metrópoles mais interessantes do mundo em Istambul, praias belíssimas à beira do Mediterrâneo, uma comida deliciosa, o legado cultural de quem já foi o umbigo do mundo e uma das paisagens mais exóticas e desconcertantes do globo, a Capadócia.

NÃO DEIXE DE VISITAR

O belo Museu da Hagia Sophia e o Museu Topkapi.

Admire a beleza do Grande Bazar e do Bazar de Especiarias em Istambul.

Veja a beleza da arquitetura de Bodrum.

Visite a Mesquita Azul.

Desfrute das piscinas termais de Pamukkale.

Navegue pelo Bósforo.

Explore a cidade de Éfeso.

Faça um passeio de balão na Capadócia.

Assista a uma apresentação dos Derviches Rodopiantes.

GASTRONOMIA TURCA

Um país onde todos os sabores guardam muita identidade com uma cozinha rica em vegetais, carnes e massas que compõem pratos salgados ecléticos e doces turcos de dar água na boca. Além disso, as bebidas quentes e frias são bem originais. Assim como as outras facetas do país, a culinária turca é uma mescla de sabores da Ásia e da Europa: verdadeiramente deliciosa, dona de receitas exóticas e sabores insubstituíveis, e tão tradicional quanto descolada.

Conheça a culinária e os doces turcos!

Um exemplo da moderna gastronomia turca? O chef Nusret Gökçe, “exportado” da Turquia para Dubai e que faz o maior sucesso no Instagram, por conta da sua culinária e seu jeito excêntrico! Para se ter ideia, seus milhares de seguidores ganhou outros milhares por conta de uma única postagem em que ele salga a carne com um jeito diferente!

Kebab

Kebab significa “grelhados a carvão”, o que inclui pratos distintos desde carnes até as castanhas assadas no kestane kebab, tradicionalmente vendidas em sacolas de papel.

Os de carne são mais conhecidos e vêm em diferentes estilos, mas se resumem em uma coisa: carne grelhada e cortada em cubos. Se é feito no espeto vertical giratório, trata-se do döner kebab (em turco, literalmente “espeto giratório”). A carne pode ser de cordeiro, carneiro, boi ou frango e é fatiada antes de servida, geralmente como recheio de um pão acompanhado de legumes, couscous, arroz e molhos.

Simit

Um lanche modesto que dizem ter surgido no século XVI, quando os viajantes levavam consigo anéis de pão na bagagem. A cidade vizinha de İzmit emprestou seu nome à iguaria! Hoje, as populares argolas de pão turcas são muito apreciadas no país e a opção ideal para aquele lanche rápido na rua ou como sobremesa após as refeições com doce, queijo ou iogurte.

Iogurtes

Consumido puro, como base para sopa, em saladas de pepino e berinjela, ou em bebidas refrescantes como ayran, iogurte é vida na Turquia! Na verdade, árabes, libaneses e turcos adoram iogurte que, criado há um milênio na Ásia Central, tem sua longevidade em boa parte devido à cultura nômade.

Pide

Apelidado de “pizza turca”, é uma espécie de pão achatado, assado no forno a lenha e servido com queijos, vegetais ou coberturas de carne como a sucuk (salsicha turca) ou carne de cordeiro picada (kıyma). Há restaurantes especializados no prato que muitas vezes é servido com um ovo quebrado em cima bem na hora!

Baklava

Os conhecidos doces turcos feitos com uma massa bem fininha e crocante, encharcados de mel leitoso e cobertos de pistache, quase uma obra de arte! A sobremesa veio da Ásia Central e se espalhou por todo o mundo otomano sendo que, na Europa, os vienenses a modificaram resultando no strudel.

Castanhas e Frutas

Parece bobo dizer para alguém experimentar castanhas e frutas em outro país, mas acredite: você não vai se arrepender. A Turquia produz 75% da safra global de avelãs, elas mesmas, as responsáveis por aquele delicioso creme com cacau. O país também está entre os cinco maiores produtores mundiais de figos, cerejas, morangos, pêssegos, melões, melancias, tangerinas, maçãs e nozes. Prove, prove e prove!

Sorvetes

O sorvete turco é como nenhum outro que você já teve o prazer de experimentar… Para começar, tem um sabor distintamente esfumaçado graças ao mástique natural, uma espécie de resina usada no preparo e segundo, sua textura é mais mastigável do que a da sua prima italiana nos gelatos, que é mais suave. A espessura além dos ingredientes, como frutas, leite e açúcar, vem da salepo, uma farinha obtida a partir dos tubérculos de espécies de orquídeas encontradas nas montanhas do sudeste turco. Um verdadeiro deleite gastronômico!

Manti

Os italianos chamam de ravioli , os georgianos de khinkali e os turcos colocam de manti. Esta versão de carne envolvida por uma massa é servida com iogurte fresco besuntado de manteiga derretida e polvilhado com ervas picadas e flocos de chile. Saborosíssimo!

Dolma

Arroz e a carne recheiam pimentões, tomates, abobrinhas e berinjelas que são assados e viram pratos deliciosos! O sarma vem com os mesmos ingredientes, mas dessa vez enrolados em folhas de videira ou repolho, o que conhecemos no Brasil como “charutinhos de folha de uva ou de repolho”. Sim, você já deve ter provado em algum restaurante de comida árabe, e qualquer semelhança não é mera coincidência!

Lokum

Conhecido como manjar turco, é uma delícia colorida e um dos doces mais conhecidos da Turquia! É um delicado cubo de gelatina doce, bem saboroso e com uma textura especial. Leva esse nome de lokum, pois deriva da palavra árabe para “pedaços”. É feito com uma variedade de sabores e cores, e muitas vezes aromatizada com a água das rosas de damasco, já que a Turquia é o maior produtor mundial dessas rosas cuja água traz uma fragrância doce e intensa descoberta pelos chefs otomanos. O Lokum é sempre polvilhado com açúcar, e é comum ser servido ao lado de um bom café turco no final de uma refeição.

Kahve

Para saborear um verdadeiro café turco, é preciso um barista realmente habilidoso e um bom anfitrião para estudar sua fortuna ou futuro através da borra na sua xícara. Dizem que o café turco (kahve), apareceu pela primeira vez na capital imperial de Istambul no século XVI. O que é certo é que, desde então, é parte da vida dos tucos – emprestando seu nome ao café da manhã (kahvaltı ou “antes do café”) e à cor marrom (kahverengi).

Tulumba

Lembra bastante o churros, mas na verdade esse doce é feito com massa de farinha de trigo não levedada que, em formato de bolinhas, são fritas e ensopadas no xarope. Dá água na boca, não?

Muhallebi

É um tipo de pudim delicioso feito com leite, açúcar, farinha, manteiga e baunilha. Ele é servido em taças e pode ser coberto com amoras brancas, avelãs, nozes, mel, canela, e até mesmo chocolate. Para os amantes do cacau, vale a pedida!

Raki

A bebida mais consumida na Turquia e, só por essa razão, já merece ser provada. Mas é ótimo também! É um licor aromatizado com anis, também conhecido como “Leite de Leão”.